5 stand ups pra assistir na Netflix

Stand ups são excelentes para aqueles dias em que você quer esboçar gostosas sorrisas sem se comprometer com um filme (principalmente aqueles que conseguem evitar piadinhas machistas e preconceituosas).

Matheus Esperon

Sabe aqueles dias em que você quer esboçar gostosas sorrisas mas um filme de comédia é momentaneamente complexo demais e a política brasileira já deixou de ser engraçada pra ser assustadora?

Stand ups são o que você precisa. Eles não têm personagens, construção de uma grande história, nada disso, tudo direto ao ponto em forma de mini contos cômicos. Eles são a forma mais simples de rir logo depois desse vídeo de 5s aqui.

O único problema é encontrar apresentações que não caiam nos machismos e preconceitos que algumas pessoas continuam achando graça em pleno 2016.

Aqui estão 5 ótimos stand ups disponíveis na Netflix que não caem nessas Gentilices (e outros 3 pra você evitar).

UPDATE 28/02/18: Como você provavelmente sabe, foi revelado recentemente que Aziz Ansari possui comportamentos bem questionáveis, principalmente na forma como ele lida com mulheres em encontros. Esta lista foi escrita antes desse conhecimento, então achei válido fazer este update e alterar o header do post. O stand up em si continuará na lista para não “apagar a história”, mas fica o aviso sobre a recém descoberta índole do comediante.

Mike Birbiglia: My Girlfriend’s Boyfriend (2013)

Mike Birbiglia's My Girlfriend's BoyfriendBarrow Street Theatre
Estava na casa de um amigo meu de bobeira, quando ele disse “tenho algo incrível pra te mostrar!”. Fiquei dividido entre felicidade — talvez ele fosse me mostrar uma cobra de chapéu — e tensão — talvez ele fosse me mostrar uma cobra de chapéu no sentido bíblico. Acabou que ele deu play num show de um tal de Mike Birbiglia.

Sabe o que falei ali em cima sobre stand ups não terem uma história geral? Esqueça isso quando o assunto for My Girlfriend’s Boyfriend. Mike Birbiglia além de comediante também é roteirista (descobri depois) e criou uma apresentação com uma trama principal com direito à flashbacks e momentos emocionantes que me pegaram verdadeiramente de surpresa.

Arrisco dizer que esse é o melhor stand up que já vi. Não necessariamente pelo humor (que é ótimo!) mas pela construção narrativa de primeira, com altos e baixos emocionais ao longo de pouco mais de 1h. Parece que você tá assistindo a um filme de comédia daqueles que ficam reais do nada. E estrelado por um único cara.

Aziz Ansari: Buried Alive (2013)

aziz
Depois de assistir a ‘Parks and Recreation’ e ver Aziz Ansari roubar todas as cenas em que aparecia (essa série é ótima, fica o Inception de recomendações), decidi conferir outros trabalhos do cara e encontrei Buried Alive, um original Netflix.

Ao longo de mais ou menos 1h20 (que passa voando), o comediante analisa diversos temas “clássicos” como amor, casamento e filhos mas com uma pegada totalmente moderna e com um quê de crítica social — e claro, muito bom humor.

Ele tem outro especial no site chamado ‘Aziz Ansari: Live at Madison Square Garden’ que não é tão bom quanto ‘Buried Alive’ mas ainda é totalmente excelente. Além disso, Aziz tem uma série própria na Netflix, a fantástica ‘Master Of None’, que também aborda temas cotidianos de forma super fresca e crítica. Fica mais um Inception!

Demetri Martin: Live (At The Time) 2015

Demetri Martin: Live (At The Time) 2015
Demetri Martin é outro que nunca tinha ouvido falar. Procurando algo pra assistir, achei o título simples e criativo: Live (At The Time), algo como “ao vivo* *naquela hora”, então resolvi dar uma chance.

Demetri (que nome, amigos) foca em objetos e situações totalmente triviais do dia a dia, como placas de trânsito e cores. Sei que essa premissa soa super boba mas o cara tem tiradas incríveis que me fizeram gargalhar — ainda mais com seu jeito todo contido e meio pra baixo que contrasta super bem com as observações malucas que rolam.

Um stand up excelente que é talvez a maior surpresa dessa lista. Não esperava nada e fui fisgado na primeira piada.

John Mulaney: The Comeback Kid (2015)

john-mulaney-the-comeback-kid-netflix
Mais um que nunca tinha ouvido falar e fui atraído pela arte do cartaz: John Mulaney (sim, isso é uma tendência).

Em The Comeback Kid, o foco do ex-roteirista do Saturday Night Live é contar suas experiências e histórias, desde as mais banais como a Igreja Católica ter mudado uma parte de uma oração fazendo-o errar na missa até as mais absurdas como quando seu chefe lhe disse “estou muito velho pra ser um patinho, quack quack” (???).

Humor de primeira com uma pegada super irônica (mas sem ser babaca) e ótimas reações do próprio John que deixam as histórias ainda mais engraçadas.

Chelsea Peretti: One of the Greats (2014)

1200
Quem assiste a ‘Brooklyn Nine-Nine’ (outra série incrível, fica mais um Inception das recomendações) e gosta da Gina vai adorar o stand up da Chelsea Peretti — porque ela basicamente interpreta a si mesma no programa.

Em One of the Greats, Chelsea fala sobre o que odeia em encontros e festas (sério, ela é a Gina na vida real), com a mesma pegada super moderna do Aziz Ansari.

Esse é provavelmente o show menos engraçadão da lista, mas vale a recomendação porque as sacadas da comediante são muito inteligentes, mesmo que não te façam morrer de rir. E ela faz algumas críticas bem humoradas e super verdadeiras sobre clichês de stand ups masculinos. Vale assistir.

3 stand ups disponíveis na Netflix pra você passar batido:

Jimmy Carr: Funny Business .:. Antes da marca de 3 minutos de show o cara já tava mandando umas piadas machistas. Quando ele soltou “mulheres demoram muito pra se arrumar!” eu pulei fora.

Anthony Jeselnik: Thoughts and Prayers .:. Basicamente a mesma coisa que rolou com o Funny Business. Um comediante com aquele tal de “humor negro” que ultrapassa a linha do bom senso.

Tom Segura: Mostly Stories .:. Esse aguentei até a metade. Alguns dos bits são excelentes, arrancaram risada. O problema é que volta e meia o cara cai em piadinha machista e aí não deu pra continuar.

Se você assistir a alguma dessas recomendações, depois volta aqui e conta o que você achou! :)