Esperon recomenda | Filmes para assistir no Festival do Rio 2016

Stop-motion, documentários sobre o universo e sobre um sequestro entre as Coreias, queridinhos do Oscar… Tem filme pra tudo quanto é gosto!

Matheus Esperon

Anualmente aqui na cidade [mais ou menos] maravilhosa acontece o Festival do Rio, uma mostra de cinema nacional e internacional que costuma trazer desde títulos mais mainstreams até produções mais obscuras como o documentário sobre Jonas, um iraniano de 37 anos que trabalha como animador de festas infantis para o ditador Kim Jong-un. Esse exemplo talvez não seja real.

Os filmes que estarão presentes dos dias 6 a 16 de outubro foram divulgados hoje e depois de ficar um tempo tentando conhecer todos eles, aqui vão algumas das minhas recomendações  – baseadas inteiramente no chutômetro e nas descrições do IMDB.

Kubo e as Cordas Mágicas (Kubo and the Two Strings), 2016

maxresdefault-1

Quando você acha que a animação stop-motion chegou no seu ápice, surge um filme como esse pra mostrar como tudo ainda pode ficar mais bonito e incrivelmente bem feito. Um jovem chamado Kubo precisa encontrar a armadura mágica do seu falecido pai para derrotar um espírito do passado.

‘Kubo e as Cordas Mágicas’ talvez seja o meu filme mais esperado do ano (depois de ‘Rogue One’, claro). História fantástica, elenco estelar (Charlize Theron, Matthew McConaughey, Ralph Fiennes, Rooney Mara e George Takei) e tecnologia incrível. Eu te desafio a assistir ao trailer e não querer correr pro cinema.

Voyage of Time: Life’s Journey, 2016

jjj

Documentário do Terrence Malick sobre o universo, a vida e tudo mais, narrado pela Cate Blanchett e com visuais incríveis. Já estou na fila do cinema.

O Contador (The Accountant), 2016

maxresdefault

Novo filme estrelado pelo Ben Affleck (melhor Batman) sobre um contador inteligentíssimo e cheio de segredos. E ele usa armas porque é Hollywood e Hollywood precisa enfiar pistolas e metralhadoras em tudo quanto é trama. Parece ser interessante e ainda conta com um elenco bacana: Anna Kendrick, Jon Bernthal, J.K. Simmons e Jeffrey Tambor.

The Lovers and the Despot, 2016

16597_theloversandthedespot_still1_shin_sang-ok_kim_jong-il_choi_eun-hee_byna

Documentário sobre o diretor Shin Sang-ok e a atriz Choi Eun-hee, o casa queridinho da Coreia do Sul que foi sequestrado em 1978 pelo ditador Kim Jong-il e forçado a fazer filmes na Coreia do Norte. Uma história realmente digna de um filme.

A Luz Entre Oceanos (The Light Between Oceans), 2016

the-light-between-oceans

Um casal que trabalha (e vive?) num farol na costa da Austrália cria um bebê que eles resgataram de um bote à deriva. A premissa é meio sem sal mas tem o Michael Fassbender e a Alicia Vikander. Pode ser interessante conferir pela atuação da dupla.

Jovens, Loucos e Mais Rebeldes (Everybody Wants Some!!), 2016

nefmk2pjgugojf_1_a

Nova produção de Richard Linklater que está sendo vendida como a continuação espiritual de ‘Jovens, Loucos e Rebeldes (‘Dazed and Confused’). Tem cara de ser um filme alto astral e divertidão que me deu vontade de ir ao cinema mesmo tendo detestado o sonolento ‘Boyhood’.

Manchester by the Sea, 2016

manchester-by-the-sea-sundance-2016

Um tio é forçado a cuidar do seu sobrinho adolescente após a morte do seu pai. Sabe aquele drama super drama com atuações show de bola e cheirinho de Oscar? Pois é. O elenco conta com Casey Affleck, Michelle Williams e Kyle Chandler (que interpreta um policial em 90% dos seus papéis).

Little Men, 2016

little-men-sundance-2016

A amizade de dois novos melhores amigos é colocada à prova quando seus pais lutam pela concessão de uma loja. Parece ser uma premissa super contida e cheia de coração. Greg Kinnear e Alfred Molina (Dr. Octopus!) estão no elenco.

Lo and Behold, Reveries of the Connected World, 2016

lo_and_behold_monk1-web-0-2000-0-1125-crop

Documentário do diretor Werner Herzog sobre a internet e a conexão mundial criada por ela. Eu só preciso disso mesmo pra me interessar por esse filme.

Capitão Fantástico (Captain Fantastic), 2016

capitão fantastico

Viggo Mortensen (Aragorn!) interpreta um pai que cria seus seis filhos no meio de uma floresta com uma rigorosa rotina física e intelectual até ser forçado a abandonar seu paraíso e entrar no mundo real. Premissa maluquinha com aquela vibe indie que o Christian definitivamente vai adorar.

Tramps, 2016

tramps_still_1_h_2016

Outro filme que me pegou pela sinopse (principalmente pelo tanto que ela parece esconder): Um jovem casal encontra amor em um lugar incomum enquanto desdobram um acordo sombrio. O trailer é tão misterioso quanto a trama mas parece ser uma comédia romântica divertida.

Life, Animated, 2016

life animated

Documentário sobre o poder do cinema – especificamente dos filmes da Disney – na criação de um menino autista. O trailer já me deixou arrepiado e emocionado, imagina o filme.

Film Kteer Kbeer, 2015

film-kteer-kbeer

Com a intenção de contrabandear drogas através da fronteira, um pequeno traficante libanês manipula a opinião pública com a ajuda de um cineasta desvalorizado. Além dessa boa premissa, o que me chamou atenção foi uma crítica no cartaz do filme que diz que ele é um misto de ‘Argo’ com ‘Cães de Aluguel’. Eu preciso ver isso.

One More Time With Feeling, 2016

one-more-time-with-feeling

O documentário explora o processo de Nick Cave e sua banda enquanto o cantor lida com uma tragédia pessoal oculta até então. A fotografia do trailer me fisgou.

Dog Eat Dog, 2016

dog_eat_dog-h_2016

Nicolas Cage e Willem Dafoe vivem dois ex-presidiários que são contratados por um mafioso para sequestrar o bebê de de um criminoso rival. Nicolas Cage. Willem Dafoe. Sequestro de bebê. Isso parece terrível e incrível ao mesmo tempo (pior que o trailer é divertido).

Strike a Pose, 2016

strike-a-pose

Documentário sobre os sete jovens dançarinos que em 1990 foram escolhidos para acompanhar Madonna no seu tour mais controverso (por que controverso? Eu não sei, vamos descobrir no filme). Uma história real sobre expressar quem você realmente é. Parece ser um doc muito bonito.

Raman Raghav 2.0, 2016

raman-raghav-2-0-2a

Ambientado na Índia e inspirado numa história real, o filme conta a história do serial killer Raman e do policial Raghav, designado para o seu caso. Parece ser um thriller bem tenso no famoso estilo ” jogo de gato e rato”.

How to Let Go of the World and Love All the Things Climate Can’t Change, 2016

howtoletgooftheworld_trailer1

Documentário do diretor indicado ao Oscar Josh Fox sobre o que a mudança climática não consegue mudar: a vontade de diversas pessoas pelo mundo de reverter a situação. Já vou esperando histórias super bacanas e uma mensagem linda no fim.

Under the Shadow, 2016

aaaaaa

Um filme de terror que se passa em uma Teerã devastada pela guerra após a revolução em 1988. Tudo começa quando um míssil(?) cai na casa de uma família e libera algo assustador. Esse não sei se vou conseguir conferir porque terror no cinema comigo não rola (e o trailer já mostra que tem susto e tensão pra cacete).

Headshot, 2016

headshot

Iko Uwais (dos excelentes ‘The Raid’) interpreta um homem que aparece numa praia com amnésia e uma séria pancada na cabeça. O passado logo volta para assombrá-lo e a violência começa. Doce, doce violência (isso é da sinopse e eu achei sensacional). Ação com o carinha de ‘The Raid’? Tô dentro.

Boys in the Trees, 2016

maxresdefault-2

No Halloween de 1997, dois garotos embarcam numa jornada cheia de mistérios e criaturas bizarras pela noite. Senti uma vibe meio ‘Stranger Things’ encontra o ótimo ‘Goosebumps’ pelo trailer.

Bugs, 2016

bugs_web_2

Documentário gravado ao redor do mundo sobre o consumo de insetos (como comida mesmo), recomendado pela ONU para ajudar a acabar com a fome na Terra. Já estou planejando ir ao cinema com aquelas balinhas de goma em forma de minhoca pra entrar no clima.

Ghostland: The View of the Ju’Hoansi, 2016

Ghostland: The View of the Ju'Hoansi

Membros de uma tribo isolada da Namíbia são levados até a Europa para vivenciar o nosso mundo cotidiano. É quase como se fosse aquele filme ‘Os Deuses Devem Estar Loucos’ só que em forma de documentário. Testemunhar como os Ju/Hoansi Bushmen lidam com o nosso dia a dia certamente deve ser muito divertido.

Albüm, 2016

image

A comédia turca me fisgou pela história: um casal de classe média se recusa a admitir que usaram a adoção para construir uma família e farão de tudo para esconder isso.

Mostra Universal Monsters, 1931-54

bride-of-frankenstein-1

Nesta edição do Festival do Rio serão exibidos sete filmes clássicos dos monstros da Universal, gravados de 1931 até 1954: ‘Drácula’, ‘Frankenstein’, ‘A Múmia’, ‘O Homem Invisível’, ‘A Noiva de Frankenstein’, ‘O Lobisomem’ e ‘O Monstro da Lagoa Negra’.

Esses foram apenas alguns dos filmes do festival que chamaram minha atenção. Algum passou batido por mim? Qual você mais quer assistir? Comenta aí embaixo! :)