Review | Com Amor, Simon

Um coming of age diferenciado que vale seu tempo!

Bernardo Dabul

Filmes no estilo coming of age (histórias de amadurecimento, em tradução livre) não são algo incomum em Hollywood. Somente no ano passado tivemos Lady Bird e Me Chame Pelo Seu Nome, ambos nomeados para Oscars. Mas apesar do tema ser um chão fértil para filmes, Com Amor, Simon consegue se destacar dos demais e criar algo realmente especial e memorável.

Começamos a história conhecendo Simon. Por sua própria descrição, ele tem uma família perfeita e os melhores amigos possíveis. É apenas mais uma pessoa normal em sua escola, sem ser alvo de bullying ou se destacar como atleta. Porém, Simon tem um segredo que nunca contou para ninguém: ele é gay.

Embora aconteçam mais coisas durante a narrativa, sinto que é melhor deixar a surpresa para quem for assistir. O que posso dizer é que o filme (pelo menos ao meu ver, como um homem hetero) consegue traduzir muito bem o peso do que pode ser sair do armário para uma pessoa. Mesmo nas melhores condições, ‘Com Amor, Simon’ mostra que isto não é trivial e que mudanças são algo que nós naturalmente evitamos, por mais que possam ter resultados positivos.

Apesar deste tema ser normalmente retratado de forma pesada e com estresse emocional, o filme mantém o alto astral o tempo todo, inserindo doses certeiras de comédia para manter a experiência toda mais otimista. Isso sem nem contar os momentos mais emocionais, que vão diretamente atrás do seu coração e não param até arrancarem pelo menos uma lágrima dos seus olhos (no bom sentido!).

Em um filme como este, o mais importante de tudo é que os atores consigam vender seus personagens e acreditar nas suas jornadas. Neste aspecto, o elenco entrega com louvor. O destaque sem dúvida é Nick Robinson como Simon, conseguindo encapsular alguém que diariamente tem que ficar escondendo parte de si das pessoas que mais ama, sendo carinhoso, mas ao mesmo tempo distante. Uma menção deve ser feita também a Jennifer Garner e Josh Duhamel, que interpretam os pais de Simon. Os dois têm uma química incrível e sempre que estão em cena injetam uma energia positiva no filme.

Divulgação

Com Amor, Simon

Com Amor, Simon é um filme especial. Ele toca em assuntos extremamente relevantes de forma positiva, com alto astral, mas ao mesmo tempo de forma emocionante. Com certeza vale a sua ida ao cinema!

  • História alto astral e emocionante
  • Doses certeiras de humor
  • Nick Robinson como Simon
  • Jennifer Garner e Josh Duhamel como pais de Simon
Nota: 5/5