Review | Deadpool 2

Deadpool 2 não mexe na formula que fez o primeiro ser um sucesso!

Bernardo Dabul

Quando o primeiro Deadpool chegou nos cinemas, pareceu um pequeno milagre. Depois de anos no limbo de produções hollywoodianas, o que finalmente fez com que o filme se materializasse foi uma cena teste vazada. Mais impressionante ainda foi que, mesmo depois de tudo isso, o produto final foi muito bom. Corta para alguns anos depois e agora temos Deadpool 2, que acaba sendo muito mais do mesmo. Se isso é bom ou ruim, depende do ponto de vista.

Começamos nossa história da única forma possível: com o mercenário tagarela violentamente chacinando pessoas malvadas, tudo em nome do seu salário. Quando Wade/Deadpool (Ryan Reynolds) não está trabalhando, ele passa tempo com sua namorada Vanessa (Morena Baccarin) vendo filmes românticos e, no geral, sendo um casal muito fofo.

Porém, eventos ocorrem, fazendo com que Wade cruze caminhos com Russell, um jovem mutante, que está sendo perseguido por um homem misterioso do futuro chamado Cable (Josh Brolin). Isso resulta em Wade decidir proteger o rapaz, por mais que ele seja um personagem levemente irritante.

Uma coisa para se deixar claro: esse filme não é para ser levado a sério. Piadas são feitas quase que constantemente, Deadpool sempre faz algum comentário que quebra a quarta parede e a história toma curvas que são cada vez mais absurdas. Dito isso, ‘Deadpool 2’ insere algumas cenas mais “sérias” ao longo da trama para a história ter alguma estrutura que faça sentido. O problema é que, ao contrário do primeiro, essas cenas são tão dramáticas e dissonantes do resto o longa que acaba quebrando o ritmo um pouco.

Pelo menos no departamento de humor o filme acerta (quase) em cheio! Quase toda piada é muito bem bolada, colocada e executada, com a atuação de Ryan Reynolds sendo a cola que mantém o filme todo em pé (embora a química dele com Morena Baccarin também não deve ser subestimada). Só não posso falar que é perfeito porque existe uma cena que parece que foram outras pessoas que escreveram, de tão fraco que é.

Mesmo assim, ainda é preciso ressaltar: nada nesse filme é particularmente original. Imagina que o primeiro filme tivesse um orçamento MUITO maior e você consegue ter uma imagem boa do que esperar de ‘Deadpool 2’. Se você está satisfeito com isso, com certeza esse filme será para você. Caso contrário, talvez não agrade tanto.

Já o que não da para contestar nesse filme são as atuações de Josh Brolin e Zazie Beetz (que interpreta Domino). Ambos os atores tem muito espaço para brilhar, sendo um ótimo contraponto ao Deadpool. Brolin em especial é imponente e intimidador, o que só torna mais engraçado ainda quando Wade simplesmente ignora tudo isso e começa a fazer piadas com ele.

Divulgação

Deadpool 2

‘Deadpool 2 é uma sequência daquelas que se resume em: mais do mesmo. Se isso é algo bom ou ruim, depende de você. Alguns problemas o impedem de ser fantástico, mas com certeza vale assistir para tirar algumas gargalhadas.

  • Mais do mesmo Deadpool
  • Josh Brolin e Zazie Beetz
  • Comédia no geral ótima...
  • ... exceto em uma cena específica
  • Partes sérias quebram o ritmo
  • Mais do mesmo Deadpool
Nota: 4/5