Review | Kubo e as Cordas Mágicas

Kubo é um lindo filme de stop motion que merece seu tempo e dinheiro!

Rafael Mei

“Quem tiver que piscar, pisque agora.”

Com essas palavras, começamos a(s) história(s) de Kubo. Sim, no singular e no plural. Kubo e as Cordas Mágicas é um filme sobre o ato de contar histórias – sejam elas a história do filme em si, ou dentro do mesmo -, a importância das mesmas e o seu significado em nossas vidas.

A primeira vez que ouvi falar dessa obra foi no post do Esperon listando algumas indicações para Festival do Rio e, assim que vi o trailer, fiquei fascinado. O visual, a música, a premissa e todo o estilo me deixaram super ansioso e, agora que assisti, posso dizer que o filme é incrível.

papeis-kubo-e-as-cordas-magicas-review-10-de-10
Se prepara que os elogios nesse review vão ser tipo esses papéis.

Kubo é um garoto sem um olho e com poderes mágicos. Ele e sua mãe moram numa caverna no topo de uma montanha nas redondezas de um pequeno vilarejo – o filme se passa numa versão do Japão antigo. Todos os dias Kubo cuida de sua mãe – que se encontra na maior parte do tempo em estado catatônico – e vai até o vilarejo contar suas histórias para ganhar dinheiro.

“Quem tiver que piscar, pisque agora.”

É o que Kubo diz a sua animada plateia para começar seu show. Ele toca em seu sangen – descobri para esse texto o nome do instrumento – e as folhas de papel que trouxe consigo se transformam magicamente em incríveis criaturas de origami que se movem por conta própria, criando quase como um teatro de papel na rua no vilarejo.

origami-kubo-e-as-cordas-magicas-review-10-de-10
É quase uma animação stop motion dentro de outra. STOP MOTIONCEPTION.

Kubo conta a história sobre um grande samurai chamado Hanzo e suas aventuras lutando contra criaturas incríveis e vilões odiosos. É uma história cheia de ação, suspense, fanfarra e, até mesmo, emoção. Somente esse breve trecho do filme já poderia ser, por conta própria, um curta de tão bem feito que é.

É interessante notar que sinto a necessidade de contar mais sobre a narrativa desse filme do que normalmente faria na abertura de um texto desses. Isso se dá não só pela premissa ser tão diferente, mas por – como já disse – o ato de contar histórias ser tão importante para o filme. Seja a mãe contando uma história para o filho, um jovem contando histórias para entreter ou os membros da aldeia tentando se conectar com a história de seus antepassados.

Obviamente, em dado momento coisas acontecem que funcionam como força motriz para que a história do próprio Kubo entre em movimento. Somos levados a uma jornada simplesmente incrível, em todos os aspectos em uma das obras mais imaginativas e entusiasmantes que já vi.

Seja no roteiro, como já dei alguns exemplos, que conta uma narrativa de escopo simultaneamente enorme e completamente pessoal – algo que falta muito nos roteiros hoje em dia. Algumas surpresas não são tão surpreendentes assim, mas outras acontecem de forma tão súbita e impactante que é impossível não ficar movido. E se a conclusão do filme acaba por ser um pouco previsível, o que ela significa e a forma que chegamos até lá compensam, e muito.

macaca-kubo-besouro-kubo-e-as-cordas-magicas-review-10-de-10
Esse é o primeiro filme em muito tempo que me fez pensar “um jogo disso seria demais”.

Passamos por altos e baixos com personagens que divertem, emocionam e causam temor, cada um de seu jeito. É um filme que, por mais que possa ser considerado infantil, funciona para todas as idades com humor sutil mas bastante genuíno e momentos muito fortes.

O elenco é razoavelmente reduzido, o que é ótimo pois dá mais tempo para cada personagem respirar e ser mais desenvolvido. Vale, inclusive, notar aqui que assisti a versão dublada e o trabalho é impecável.

Isso tudo já faria um longa imperdível, mas, além disso, a animação é embasbacante. A direção de arte desse filme é maravilhosa, contando com personagens super expressivos, cenários grandiosos mas detalhados e belíssimos. Diversos planos desse filme poderiam ser transformados em quadros de tão bonitos que são.

kubo-e-besouro-kubo-e-as-cordas-magicas-review-10-de-10
Os companheiros do Kubo são uma macaca e um besouro, grupo bem diferenciado.

E isso tudo é sem sequer considerar a questão técnica. A animação é toda feita em stop-motion – com exceção de muitos cenários -, a qual é um processo tão trabalhoso e complexo que em certos momentos você só consegue pensar no quão difícil deve ter sido. Dito isso, é tudo tão bem feito que eu teria ficado tão surpreso quanto fiquei mesmo se descobrisse que foi tudo feito digitalmente para imitar stop-motion.

Outro ponto que merece destaque é a direção. Normalmente não pensamos nela em animações, mas nesse caso ela tem uma presença muito forte. As cenas de ação são muitíssimo bem coreografadas – é tão estranho usar esses termos no contexto de animação – e dinâmicas.

making-of-kubo-e-as-cordas-magicas-review-10-de-10
Sério, pensa quão difícil não foi esse negócio – mas tão legal os bonecos.

A trilha sonora também é excelente, e precisava ser já que a música é um elemento tão importante não só nos poderes de Kubo como nas histórias que ele conta e faz parte. Com instrumentos que remetem muito bem ao universo da narrativa e sendo usada de forma pontual, sem sobrecarregar. A única coisa que senti falta foi colocarem a versão de ‘While My Guitar Gently Weeps’ que esteve presente nos trailers no filme em si, tocando apenas durante a sequência de créditos – inclusive, assista a primeira sequência até o final para ver um trecho da produção do filme, é impressionante.

Por fim, Kubo e as Cordas Mágicas é, sem sombra de dúvida, um dos melhores filmes que vi nos últimos tempos – animação ou não. A sensação de maravilhamento e a forma como a jornada é apresentada e escrita são ímpares. É tudo incrivelmente bem feito e o resultado final é tão incrível que a única sugestão que posso dar é: quem tiver que piscar, pisque agora porque durante o filme você não vai querer perder nem um segundo.

Kubo e as Cordas Mágicas

Unindo um excelente e imaginativo roteiro a performances fortes, visuais espetaculares, direção competente e trilha sonora marcante, Kubo e as Cordas Mágicas é uma obra incrível que vai agradar pessoas de todas as idades.

  • História engajante e imaginativa
  • Ótimas performances
  • Cenas de ação excelentes
  • Visualmente espetacular
  • Trilha sonora marcante
  • Não toca a música do trailer que é ótima
Nota: 5/5