RecomenDabul | Apex Legends

Tá na hora de voltar pro cânion!

Bernardo Dabul

Pessoalmente, já tinha largado Apex Legends depois de sua primeira temporada, que deixou muito a desejar. Porém, depois de alguns meses, a desenvolvedora Respawn Entertainment retornou com muitas alterações ao jogo que o revitalizou e reconquistou minha atenção. Sendo assim, virou a recomendação dessa semana. VAMOS NESSA!

Para quem não está familiarizado, Apex Legends é um jogo Battle Royale, onde 20 times de 3 jogadores são despejadas sem equipamento nenhum em uma arena imensa, com o objetivo de ser a última equipe sobrevivente. O conceito não é novo, com jogos como Fortnite e PUBG já fazendo parte desse gênero muito antes de Apex surgir, mas o diferencial está na ênfase em jogar em equipe (não existe opção solo) e nas habilidades de cada personagem.

Atualmente, Apex Legends conta com 10 personagens, ou Lendas, cada um com três habilidades: uma passiva, e outras duas ativas, sendo uma delas mais impactante e com tempo de carga maior. Por exemplo, Bangalore corre mais rápido quando atiram nela, atira bombas de fumaça e consegue chamar um bombardeamento aéreo, enquanto a Wraith tem uma voz que avisa quando perigo está próximo, consegue ficar invisível por alguns segundos e criar portais para atravessar longas distâncias rapidamente.

É interessante ver como equipes combinam as habilidades diferentes de cada personagem de formas criativas, especialmente jogando com amigos, onde comunicação por voz ajuda na execução dessas estratégias.

Agora que tiramos o básico do caminho, vamos falar sobre as novidades da segunda temporada!

Talvez a mudança mais interessante para veteranos do jogo são as alterações no mapa. Criaturas gigantes invadiram o cânion, destruindo várias áreas do mapa. Além disso, criaturas voadoras menores sobrevoam a arena, carregando equipamentos que podem ser adquiridos por jogadores. Embora pareça pouco, coisas assim são ótimas para dar uma variada na fórmula do jogo, sem reinventar a roda.

Além disso, também foi introduzido ao jogo uma Lenda nova, Wattson, junto com uma nova arma lendária e modificadores para armas existentes como a Alternator e a Mozambique. Essas mudanças ajudam a tornar armas e estratégias diferentes viáveis. 

Mas talvez a melhor parte dessa nova temporada, pra mim, seja o modo ranqueado. Um dos motivos que havia largado Apex era a falta de incentivo para continuar jogando, uma vez que a novidade tinha se esgotado. Agora, todo dia tenho juntado com amigos para jogar uma ou duas partidas, buscando sempre conseguir uma colocação melhor. É uma sensação de que estou construindo algo por jogar bem que me mantém entretido (junto com os outros fatores acima).

Por fim, temos também o passe de batalha da segunda temporada, que tem muito mais itens gratuitos para conquistar e desafios diários e semanais para cumprir. Mais de uma vez esses desafios me fizeram jogar com personagens que não estou acostumado e foi uma experiência totalmente diferente!

Vale dizer que o jogo é gratuito para baixar, então se você se interessou e quer puxar alguns amigos com você, não tem custo algum! Algumas Lendas são travadas de início, mas você consegue desbloqueá-las sem pagar nada.

Vejo vocês no cânion!

Apex Legends está disponível para PC, Xbox One e PS4